“Esguicho VS Papel Higiénico”

Saudações higiénicas!

Hoje estou aqui para vos falar de higiene. É verdade… Se pensam que já sabiam tudo sobre rituais de bem limpar, desenganem-se!

Apresento-vos – sendo que não sei o nome oficial deste objecto – o “Esguicho”!!

72_esguicho

O “Esguicho” pode encontrar-se em qualquer casa de banho dos Emirados Árabes Unidos, e acho que é um padrão de limpeza extensível ao resto da Arábia. Consiste num objecto sucedâneo ou complementar (é uma das liberdades que ficam completamente ao arbítrio de cada um, nesta terra) ao papel higiénico, também utilizado como piaçaba.

Para os mais pudicos pode tornar-se um assunto tabu, por ser considerado um atentado à masculinidade falar dele, – quanto mais usá-lo – mas vou enfrentar esta temática olhos nos… digamos, olhos, vá lá…

No início, confesso que achei piada e teci rasgados elogios ao povo árabe por ter inventado um método (e tanto lhes devemos, mas isso será assunto para outro post) tão eficaz e user friendly para limpar a resistência que teima em ficar na sanita, depois de um tsunami autoclísmico.73_esguicho

Num destes desabafos, o Vencesboy olhou para mim com ar de quem me vai dizer algo que me vai acabar com aquele momento de júbilo e de riso estúpido na cara:

– Vítor, isso é para limpar o cu. – Com um ar calmo, mas com um riso sacana a resvalar para o malévolo como quem diz: “Não me digas que não sabias?…”

– Nããããã… – respondi eu incrédulo, numa onomatopeia que foi um retrato fiel do meu espanto.

Passaram-se 2/3 dias entre reflexões e olhares desafiadores entre mim e os “Esguichos” com que me fui deparando. Até que pensei em estrangeiro: “What’a hell!”, e…

PPXXXXxxxxxXXXxxx..

Quando abri os olhos e recuperei a postura descontraída, continuei a sentir-me heterossexual, com um acréscimo de sensação de dever cumprido e com um alívio inerente à consciência de que a relação esforço/tempo despendido/eficácia da limpeza/conforto pelo “Esguicho” cilindrava o uso do papel higiénico, embora não prescinda do seu uso para terminar o “trabalho”.

71_esguicho

É muito possível que esta prática se deva ao pavor pela impureza, intrínseca à cultura islâmica e plenamente justificada neste caso. Também não deve ser alheio o facto de terem sido os árabes a inventar as fontes de repuxo [Fonte: Documentário » “What The Ancients Did For Us – The Islamic World“], método que ainda hoje é aplicado e consiste numa combinação entre pressão de água e gravidade.

Em suma, no que me diz respeito, voto a favor dos “Esguichos” também para a cultura ocidental. Para os que já aderiram, um bem-haja camaradas e um “não tenham receio de mostrar os vossos sentimentos.” – não, não… os sentimentos chegam, obrigado. – e para os mais cépticos, fiquem “de olho” nesta possibilidade, não tenham medo de ser felizes.

“Troque o “Não.” pelo “Porque não?”” (Victor Mirshawka Jr.)

Abraço musculado,

Anúncios

~ por vitormartinho em Novembro 15, 2008.

9 Respostas to ““Esguicho VS Papel Higiénico””

  1. vitor, tenho de comentar que achei piada de te teres lembrado neste assunto, porque eu proprio,tambem tive tentado, mas só a comentar. Não que tenha algo contra o facto da tua experiência, nada disso, acho que devemos estar sempre “abertos” a novas experiências. Mas se puderes, depois esclarece-me uma coisa. Depois de te esguichares nas partes baixas, como é que se secam??? Porque na grande maioria das casas de banho árabes, não existe papel higiénico. Abraços e até já 😉

  2. Venho por este meio informar o meu caro amigo, Girão aka Cuteboy, que na “grande maioria” das casas de banho árabes existe, de facto, papel higiénico. Quando não existe, tenho que tomar a liberdade de me retirar e esperar melhor sorte na próxima que encontrar. 🙂 forte abraço manolas!

  3. Sem dúvida, o melhor de todos os posts! Um grande abraço, grande Vítor! Xukran jazilan, pelo teu fantástico blogue! Boa sorte aí plas terras do profeta!

  4. Vitinho… e porque não usar papel higiénico húmido?? o mundo ocidental é tão moderno… 😛

  5. Vitor! Há muito tempo q não me ria tanto com um tema tão… interessante =D Gosto particularmente daquele momento “- Vítor, isso é para limpar o cu. – “. sinto que perdeste ali parte da tua infancia e de toda a inocencia q a joana ainda n te tinha conseguido tirar 😀 ainda estou a chorar a rir… incrivel =P beijinhos para ti e pro venceslau, o homem das gruas (e agora tb) das respostas lucidas, certeiras e inteligentes.

    beijinhos!
    Joana, pq sim

  6. Vitor adorei o teu blog, escrita fantastica, super inteligente e divertido, 100%.
    Abraço !!!

  7. E aqui fica neste post anos e anos de mistério e suspense em redor do tão famoso “Esguicho”… lol Peço desculpa pela brutalidade e clareza que usei para decifrar o real objectivo de tal utensilio…

    Não era suposto ferir susceptibilidades!!! he he

    Devo dizer em primeira mão, que o vitor tem andado um pouco triste desde que chegou à nova casa. Isto porque apesar de ter ficado com o quarto maior, deparou-se com uma terrivel realidade quando entrou na sua toilet… NÂO TEM ESGUINCHO… Tou contigo neste momento de pesar… lol

    Aquele abraço a Koala, Al Ramalah…

    P.S.: Só para deixar bem claro que nunca usei o Esguincho para outro fim senão o de piáçaba!!! 🙂

  8. Ter vindo ao teu blog hoje já fez o meu dia, lol. Eu andava super intrigada com isto! Passo a explicar:
    Há tempos li num livro “Reunited in the desert”, que na Arábia Saudita não usavam papel higiénico, e que era por isso que quando comiam sem talheres usavam sempre e apenas a mão direita. Não dizia era como é que eles faziam, e bem, a minha imaginação levou-me a equacionar uma série de possibilidades que não vou reproduzir aqui…
    Ainda outro dia perguntei num blog sheiksaudita.blogspot.com se isso era verdade e nesse caso como é que eles fazim, mas só me responderam que era verdade. Agora finalmente estou esclarecida! looool, com fotos ilustrativas e tudo! A sério, obrigada por teres esclarecido este mistério e tirares apagares certas imagens e impressões sobre a higiéne dos árabes da minha cabeça! 😉

    Beijinhos****

  9. se analizássemos a enorme quantidade de água que serve para a fabricação do papel, votaríamos também em favor do esguicho

    e quanto ao fato de homem fazer xixi sentado, é simplesmente uma elevação cultural em higiene

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: