“Fuga prá Tuga”

Sugestão Sonora

Rosa Negra – “Longe Daqui”

Olá, amigos, conhecidos e curiosos!

Saúdo-vos em português propositadamente.

Escrevo em tom de desabafo e com o intuito de deixar para a posteridade e para quem quiser ler, o sabor que é um natal em Portugal numa vírgula de um texto escrito nas arábias. É uma vírgula que pode parecer insignificante no seu tamanho, mas que fez com que as frases que ainda tenho por escrever ganhassem um novo e melhor sentido.

Não estava previsto, nem sequer era provável, mas a gerência da empresa para a qual trabalho deu luz verde para uma parte da equipa poder passar o Natal (uma semana) nos respectivos países. Ao saber da notícia – às 18h do dia 22, ou seja, a umas 6/7 horas do vôo mais em conta – e apesar de não me ter sido indiferente, não se fez faísca em mim, porque já me tinha mentalizado que o meu Natal deste ano não ía rimar com Portugal. Entretanto, em pleno Starbucks e à medida que o pessoal que estava comigo comentava o assunto, comecei a ser tomado por umas ânsias salpicadas com saudade que me impeliram a percorrer motores de busca, que só buscavam uma palavra: LISBOA.

Cheguei sem avisar absolutamente ninguém e é indiscritível a sensação de ver as caras das pessoas que mais gostamos apanhadas de surpresa e ver reflectido nos olhos delas o prazer de nos ver, o espanto por ali estarmos e a dúvida se somos realmente nós ou um sonho demasiado real…

102_puto-jp

Foi uma semana muito bem passada, que me encheu o peito e me fez esquecer todas as peripécias por que tive de passar para ir e vir. Uns autênticos Jogos Sem Fronteiras da era moderna. Nada a que eu não esteja já habituado… Bilhetes comprados horas antes do vôo e nos últimos lugares dos aviões, passaporte arranjado uma hora antes do vôo, chaves do carro perdidas e mais umas aventuras menos relevantes mas não menos interessantes, vistas pelo lado de fora, pelo menos.  

Tenho o mundo no computador, congelo momentos na máquina fotográfica e com a minha família adoptiva do Dubai tenho sempre um sorriso na cara… Mas há momentos, sentimentos e afectos que só os encontro em Portugal. Não é por acaso que os portugueses têm Saudade no seu vernáculo.

101_-sorriso-num-flash2

Obrigado Família, e desculpem o facto de não me ter lembrado, por incompetência ou bebedeira de sentimentos, de ter tirado uma fotografia geral para vos mostrar ao mundo, para além das letras.

Até já.

Anúncios

~ por vitormartinho em Janeiro 2, 2009.

Uma resposta to ““Fuga prá Tuga””

  1. ola vitor eu fui uma das primeiras caras k te viu tava na la cozinha quando a porta se abriu e a rua cara toda sorridente apareceu a silinha ia tendo um ataque com tanta felicidade. passei por aqui so pra te comprimentar. Xau e força ai. E verdade tas com a joana manda lhe bjs. e curtam muito os 2 juntinhos. ja agora diz lhe k ja andei no blog parvoicesminhas e k gostem mas nao consigo deixar comentario. enfim nao chateio mais. felicidades pros 2

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: