“R.I.P.”

181_rip

Por vezes a única diferença entre a rotina e a sepultura é estar em pé ou sentado.

Parafraseando, uma vez mais, Agostinho da Silva

“O homem não nasce para trabalhar, nasce para criar.”

Al Karama  |  Dubai. ’09

Anúncios

~ por vitormartinho em Março 1, 2009.

Uma resposta to ““R.I.P.””

  1. Linda, a fotografia. (Saudades dos olhos por trás do enquadramento.)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: